O tempo é o teu capital por Karla Karina


O tempo é teu capital; tens de o saber utilizar. Perder tempo é estragar a vida. Franz Kafka

E com esta frase inicio meu primeiro texto de 2015. E como o blog é muito mais para discutir o lado profissional por um ponto de vista mais humano, então vamos colocá-la em prática neste novo ano que começa?

E quando tocamos nesse assunto as pessoas se assustam.

Porque está na moda ou perder muito tempo ou perder tempo com coisas que não interessam.

Porque tudo é preciso: você precisa falar muitos idiomas, entender tudo de computador, matemática financeira, legislação, ética, moda, e por aí vai.

E eu concordo.

Mas e se você por acaso trabalha como Contador e na verdade sempre quis ser Ator? Já parou para pensar no tempo perdido e dedicado a algo que não oe satisfaz? E se você perceber isso já com uma idade que acredita que não seja possível realizar sonhos? Porque isso pode acontecer e quando chegamos neste ponto, aí é que a coisa fica feia.

Aos jovens que leem o blog eu tenho um conselho básico: invista tempo e dinheiro naquilo que você acredita que valha a pena. Passada a realização dos projetos dos pais: aula de inglês, natação, canto e etc., projete o que você quer para si: quero ser dentista, é um sonho… Então vá lá e corra atrás. Estude, se dedique se empenhe e pegue o diploma e continue melhorando.

Não perca tempo com o que lhe desvia do caminho da realização.

Aos com idade mais avançada: dinheiro não é tudo e esse clichê tem se mostrado muito real. Não é ser rico que vale não, porque até o Eike Batista está meio capenga aí, perdendo bilhões. O que vale é ser o que se quer ser e dentro deste ser o que se quer melhorar a cada dia, ser o melhor a cada dia. Dinheiro traz felicidade sim, mas não é a felicidade completa.

Me dói ver profissionais, por exemplo, estudando muito para ser concursado público, se matam o dia inteiro e passam. Mas ao longo da vida se deparam com uma tristeza infinita, porque não conseguem ser o que queriam, só trabalham pelo dinheiro. E o tempo voa, se aposentam e não fizeram absolutamente nada do que realmente haviam nascido para fazer.

Não vejo vergonha em a pessoa sonhar em ser qualquer coisa. Eu costumo dizer: Imagine se todos fossem servidores públicos, como ficariam as outras atividades, sejam elas intelectuais ou braçais?

Sou contra o ócio gratuito. Uma vez ou outra ficar de bobeira no sofá da sala comendo Cheetos, tudo bem. Mas fazer disso uma atividade diária me incomoda.

Então, evite ver programas que não lhe agradam, só porque está na moda. Evite baladas, só porque as pessoas dizem que lá é legal. Daí você bebe horrores, perde dinheiro e volta sozinho.

Vai viajar? Viaje para um lugar que você realmente queira, curta e se divirta e tire daquela experiência o melhor.

Vai estudar? Programe-se, foque, elabore um plano de estudo. E por aí vai. Tenha ao seu lado pessoas que te faça sentir-se ganhador de tempo, construtor de sonhos.

Vai namorar? Namore com quem quer o seu bem e te ajude a crescer…

Quer ser o quê? Seja o que quiser. Só não perca tempo demais perdendo tempo.

Por Karla Karina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s